segunda-feira, 29 de junho de 2015

NUNCA SE DEIXE LEVAR POR COMENTÁRIOS MALDOSOS DE PESSOAS QUE AS VEZES TEM INVEJA DA VIDA QUE VOCÊ VIVE......



O LENHADOR E A RAPOSA

video

CADA DIA - 29 DE JUNHO DE 2015 - SE NÃO

E quem é o deus que vos poderá livrar das minhas mãos? Dn 3.14-15
No texto, vemos a ameaça de Nabucodonosor a três homens que não negociaram a sua fé. A questão não era a ameaça de morte que sofriam. Para eles, o Senhor era a paixão e a devoção de sua vida. Os versos seguintes nos mostram: “... não necessitamos de te responder. Se o nosso Deus, a quem servimos, quer livrar-nos, ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e das tuas mãos, ó rei. Se não, fica sabendo, ó rei, que não serviremos a teus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que levantaste” (Dn 16-18).
Se não! Duas palavras com as quais podemos enfrentar qualquer coisa. A fé que aqueles homens possuíam não dependia do livramento, mas baseava-se no conhecimento de que Deus cuidaria deles, não obstante a fornalha. Só teremos vida abundante quando pudermos proferir essas palavras. Os três hebreus não poderiam ser coagidos ou intimidados. Eles não adorariam nenhum deus, exceto a Jeová.
Nem esperavam que Jeová se curvasse para eles! Nada havia de submissão permutada. Eles não confiavam em Deus para abrir-lhes o caminho, mas para um caminho através de qualquer provação e sobre qualquer provação. Se não, são palavras de rendição que proporcionam vigor duradouro e revelam uma confiança inabalável no Senhor.
(Fonte: Devocionário Cada Dia - Natanael Gonçalves)

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Mensagem de CADA DIA - 18 de junho de 2015

MOMENTOS DE CRISE



“Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança, porque fiel é o que prometeu”
Hb 10.23


Muitas das angústias que sofremos na vida cristã não têm a ver com as circunstâncias adversas, mas sim com o sentir a incapacidade de nos sobrepor às dificuldades e contratempos que se nos apresentam. A esperança é um aspecto crucial da vida cristã. Ela anima o nosso coração porque traz consigo a promessa de coisas melhores. A maioria de nós, no entanto, não tem mais que uma ideia cinzenta do que implica a esperança que temos em Cristo, portanto, não é de surpreender-nos que exista um alto grau de flutuação em nossa esperança.

Não raro vemos pessoas que um dia estão cheias de fé e confiança, e no outro, estão desesperançadas e murchas. Esta é a fotografia daqueles que vivem ao sabor das circunstâncias e dos sentimentos nos diferentes momentos da vida. Note que o escritor de Hebreus chama a atenção para o caráter sem mancha e absolutamente confiável daquele que nos tem dado a esperança.

Este destaque deveria motivar-nos, pois se ele prometeu uma vida plena e abundante para aqueles que creem, fazendo brotar neles rios de água viva, então ele é fiel para produzir isso. Em qualquer situação da vida, acalme o seu coração, mantenha a esperança bem viva e os olhos fixos naquele que é fiel.

Referência para leitura: Hebreus 10.19-25

sexta-feira, 5 de junho de 2015

5 de junho: Dia Mundial do Meio Ambiente



O Planeta chega ao Dia Mundial do Meio Ambiente em momento crítico.



É preciso agir e agir agora, para minimizar os impactos da sociedade de hoje sobre as futuras gerações.
Num momento em que a Natureza se apresenta especialmente inquieta, com manifestações causadas ou não pelo Homem – mas que cobram um preço alto em vidas –, tais como furacões furiosos, enchentes devastadoras, deslizamentos letais, invernos glaciais, chegamos ao Dia Mundial do Meio Ambiente chamando não somente à reflexão, mas, principalmente, à ação de todos em defesa da vida.
Todos temos como contribuir – direta ou indiretamente – para que as sociedades caminhem rumo à sustentabilidade e para que a harmonia entre o desenvolvimento socioeconômico e a conservação da natureza deixe de ser mera utopia.

Atitudes individuais e coletivas, como o consumo consciente no dia a dia e a exigência, pela população, do cumprimento das leis por órgãos governamentais em todos os níveis são fundamentais.

À iniciativa privada cabe não somente investir em conservação do meio ambiente, mas, principalmente, assumir uma postura de responsabilidade socioambiental, trabalhando de dentro para fora, com adequação de suas cadeias produtivas e meios de produção, distribuição etc.

À sociedade civil organizada, em especial às ONGs socioambientalistas como o próprio WWF-Brasil, cabe conceber e aplicar soluções, realizar campanhas, mobilizar e facilitar o engajamento de indivíduos, governos e iniciativa privada num esforço conjunto para o bem comum das gerações de agora e do futuro.

E tudo isto tem que ser feito agora.  A Natureza já nos envia seus sinais de alerta.


Fotos do eventos feito em pela S.A.F  de Itapema no Dia Mundial do Meio Ambiente





































quinta-feira, 28 de maio de 2015