sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO UPH DE ITAPEMA - 2014

FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO UPH DE ITAPEMA - 2014


Com a presença das digníssimas esposas, alguns visitantes convidados, a noite de encerramento das atividades do ano de 2014 da UPH de Itapema , foi repleta de alegria e emoção. O evento aconteceu no dia 04 de Dezembro.
A confraternização foi realizada no Espaço Cabral da Ilha, um ambiente aconchegante, agradável e romântico. No espaço você se  encanta com tamanha beleza natural e com uma linda vista para o mar.
Tivemos um momento de oração de agradecimento por tudo que ocorreu no ano de 2014.
Logo em seguida foi servido um suculento jantar com salada, salmo grelhado, arroz, macarrão com queijo, file mignon ao molho madeira, pirão de camarão e lula e paella de frutos mar e como sobremesa banana caramelizada.
Foi uma noite abençoada.


Fotos do Evento:


















UPH – O QUE É ISTO ?

O HOMEM COMO LIDER ESPIRITUAL
Segundo as Escrituras, Deus conferiu ao homem uma responsabilidade especial de liderança na família e na Igreja. Todavia, liderança não significa dominação ou controle, mas capacidade de iniciativa, tomada de decisões, orientação e cuidado, sempre tendo em vista o bem-estar e a prosperidade dos liderados.
 Existem passagens que parecem atribuir ao homem uma posição superior, tais como Gn. 3:16; I Cor. 11:3, 8-9; Ef. 5:23; I Tim. 3: 4,2.
 Todavia, essa é uma área, como muitas outras, em que a realidade do pecado humano produz distorções que violam o propósito de Deus. Dois extremos podem ocorrer nesse contexto:
1) Homens que se recusam a ser líderes, revelando-se passivos, acomodados, negligentes quanto aos seus deveres como esposos e crentes;
 2) Homens que revelam-se agressivos, autoritários, dominadores, igualmente afastando-se dos padrões de Deus para os seus filhos.
O grande modelo e exemplo para o homem cristão é Jesus Cristo. Cristo certamente era possuidor de uma grande autoridade, mas os seus ensinos e exemplo revelam um conceito de liderança bastante diferente do que muitas vezes encontramos na sociedade. Ver, por exemplo, MT. 11:29; 20:26-28; João 13:12-15.
 As exortações apostólicas têm as mesmas ênfases, ver: Ef. 5:21, 25-29; 6:4; CL 3:19,21; 4:1 ; I Pe. 3:7; 5:1-3.
 Portanto, a liderança masculina deve ser exercida com firmeza, mas também com moderação, humildade, espírito de serviço e amor.
Uma das áreas em que essa liderança é mais necessária é a área espiritual. O homem tem a responsabilidade de promover a vida espiritual do seu lar, pelo ensino, pelo exemplo, por iniciativas práticas.
 Exemplos: aproveitar as oportunidades para ensinar aos filhos as verdades bíblicas; praticar o culto doméstico de maneira alegre, informal e participativa; cultivar uma atmosfera de amizade, companheirismo e respeito; ser um bom esposo e pai; valorizando a família e gastando tempo para fortalecer os vínculos familiares, ver: Dt. 6:5-7, 20-21; 11:18-21; Pv. 22:6; 29:17.
 Exemplos bíblicos de líderes espirituais: Josué (Js. 24:15); Jó (1:5); Isaías (Is. 8:18).

O MINISTÉRIO DOS HOMENS PRESBITERIANOS

A atuação dos Homens Presbiterianos pode ser muito ampla, dentro e fora da Igreja.

1.- DENTRO DA IGREJA

• Um dos primeiros objetivos das UPHs é oferecer aos homens oportunidades de companheirismo e confraternização. Assim como as mulheres gostam de encontrar-se com as suas amigas, os jovens com outros jovens, os homens também tem a necessidade psicologia e social de se relacionarem com indivíduos do seu gênero. A UPH proporciona aos homens cristãos a oportunidade de se confraternizarem de maneira saudável e construtiva.
• A UPH dá aos homens da Igreja a oportunidade de cultivarem a sua vida espiritual ouvindo preletores, estudando as Escrituras e orando.
 Exemplos de Temas para estudos bíblicos: Jó – A história de um homem que defrontou-se com a adversidade; Daniel - Como manter-se leal a Deus no meio das pressões da sociedade; Lições sobre a vida no livro de Provérbios; Estudo de relacionamentos masculinos em I Samuel; Epistola aos Galatas – A liberdade do homem cristão.
• Os homens também podem aprender sobre suas necessidades específicas: como relacionar-se melhor com a esposa e os filhos, como lidar com tentações (área sexual e outras), como enfrentar problemas no trabalho e na vida financeira, como lidar com os desafios de diferentes faixas etárias (meia-idade, maturidade, velhice).
• Outras atividades: Cursos de treinamento de liderança; café ou jantar mensal; palestras sobre temas que interessam os homens; auxilio a homens da Igreja que estão procurando emprego, estão passando por dificuldades várias, estão sozinhos, etc.
• A UPH deve ainda atuar na vida mais ampla da Igreja. Os objetivos da Igreja devem ser também os objetivos da UPH.

2.- FORA DA IGREJA

• Área missionária: a UPH pode envolver-se com atividade de cunho evangelístico (visitas, testemunhos, distribuição das Escrituras e literatura cristã) em presídios, hospitais, asilos, ruas e outras instituições.
• A área de assistência social também é muito apropriada para o trabalho dos homens: recolhimento e distribuição de donativos (em parceria com a Junta Diaconal), visitas e apoio a pessoas necessitadas, trabalho voluntário em instituições sociais. Outros exemplos: Construção de casas para pessoas pobres; banco de materiais de construção (oriundos de reformas) e de móveis usados; captação de recursos para causas sociais ( churrasco, jantar, almoços, etc.); doação de sangue, etc.
• Atividade missionária, plantando Igrejas em cidades, bairros próximos a sua Igreja, evitando que se gaste dinheiro com missionários nas proximidades.
• Oferecer voluntariamente as instituições educacionais, para fazer ou promover palestras educativas sobre temas atuais.


Estes Projetos podem ser encontrados na íntegra no Site da UPH www.ipb.org.br/uph
Colaboração de
 Pb. Haroldo Peyneau  “ Secretário Geral do Trabalho Masculino da IPB”